"Los discípulos fueron a predicar de dos en dos e invitaban a la conversión." Mc 6, 7-13

"I discepoli andarono a predicare due a due ed invitavano alla conversione." Cfr. Mc 6, 7-13

“Os discípulos foram pregar de dois a dois e chamavam à conversão.” Mc 6, 7-13

Hno. Mariosvaldo Florentino

Julio - Viernes 10

Gotas de Paz – 659

En este domingo nos encontramos con el primer envío misionario de Jesús. Estamos aun en el inicio de su vida pública. Seguramente los apóstoles no estaban muy preparados. Aun no habían entendido todas las verdades del reino que Jesús quería ensenar. De igual modo, Jesús, ya les envía, de dos en dos a anunciar que un nuevo tiempo está llegando, que el mal debe ser combatido y vencido. Y que todos debemos convertirnos, abriendo nuestros corazones a la Palabra de Dios.

Podríamos preguntar: ¿Será que Jesús no se estaba apresurando al enviar sus discípulos aun sin mucha experiencia ni mucha preparación? Seguramente cuanto mejor preparados estemos, tanto mejor será la misión, pero en las cosas de Dios, todos somos aprendices por toda la vida. Nadie puede decir que ya entendió o que ya sabe todo. Cuando se trata de la evangelización nadie puede decir que fue enviado sólo para enseñar. El evangelio es vivo y sorprendente, por eso también a quien lo anuncia siempre descubre algo nuevo.

Jesús sabía que las cosas de Dios solamente las tenemos cuando las damos. Él sabía que el evangelio se multiplica y crece con la predicación. Es por eso que envía a sus discípulos, aun sabiendo que no están totalmente formados. Este envío es un bien no solamente a las personas que les escuchaban, sino también a ellos mismos. Son los discípulos los que retornaron fortificados, contentos y renovados en su fe.

Infelizmente hay aún muchos que no entienden esta dinámica pedagógica de Jesús, y cuando son invitados a asumir algún trabajo en la Iglesia, siempre dicen: "no me siento aun preparado para esto." El evangelio de hoy nos ensena que nadie puede prepararse bien en las cosas de Dios si no empieza desde el inicio a compartir lo poco que ya sabe. Es una ilusión creer que primero debo sólo recibir, para después empezar a dar. Sólo dando se recibe.

Por otro lado este primer anuncio que los discípulos hacían era muy sencillo. Era una invitación a la conversión, a abandonar el mal camino, las malas costumbres, y estar abiertos a la voluntad de Dios. La primera misión de estos apóstoles era despertar en la personas el deseo de ser buenos, el deseo de vivir la luz, de evitar las cosas malas... Es decir, despertar, porque todos nosotros ya llevamos en lo profundo de nuestro ser este deseo de ser buenos y la satisfacción de hacer el bien, pero muchas veces ese deseo está adormecido por las cosas del mundo, por la superficialidad, por el egoísmo, por la sociedad consumista. La primera cosa que todos debemos anunciar es que Dios nos hizo para ser buenos, y nadie es realmente feliz y realizado cuando vive superficialmente y pensando solamente en sí mismo. Si somos capaces de dar este primer paso, Dios ya nos manifestará cosas más profundas de su corazón.

El Señor te bendiga y te guarde,

El Señor te haga brillar su rostro y tenga misericordia de ti.

El Señor vuelva su mirada cariñosa y te dé la PAZ.

Hno. Mariosvaldo Florentino, capuchino

Gocce di Pace - 429

In questa domenica ci troviamo col primo invio missionario di Gesù. Siamo ancora all'inizio della sua vita pubblica. Sicuramente gli apostoli non erano molto preparati e non avevano capito tutte le verità del regno che Gesù voleva insegnare. Anche se era così, Gesù comunque li ha inviato, a due a due, per annunciare che un nuovo tempo era vicino, che il maligno deve essere combattuto e vinto, e che tutti dobbiamo convertirci, aprendo i nostri cuori alla Parola di Dio. Potremmo domandarci: non è che Gesù era stato molto precipitoso nell’inviare i suoi discepoli visto che non avevano ancora molta esperienza né molta preparazione?

Sebbene e vero che quanto più saremmo ben preparati, tanto meglio sarà la nostra missione, dobbiamo sapere che nelle cose di Dio, tutti siamo apprendisti e per tutta la vita. Nessuno può dire di avere già capito o di sapere già tutto. Quando si tratta dell'evangelizzazione nessuno può dire che è stato inviato solo per insegnare. Il vangelo è vivo e sorprendente, per questo motivo anche chi l'annuncia scopre sempre qualcosa di nuovo.

Gesù sapeva che le cose di Dio si hanno solo quando si danno. Egli sapeva che il vangelo si sarebbe moltiplicato e accresciuto con la predicazione. È per questo motivo che invia i suoi discepoli, pur sapendo che non sono completamente formati. Questo invio non è stato solo un bene per le persone che hanno ascoltati, ma anche un crescita personale per gli stessi apostoli. Sono gli stessi discepoli che ritornano fortificati, contenti e rinnovati nella propria fede.

Purtroppo ci sono anche oggi molti che non capiscono questa dinamica pedagogica di Gesù, e quando sono invitati ad assumere qualche lavoro nella Chiesa dicono sempre: “non mi sento preparato per questo”. Il vangelo di oggi c'insegna che nessuno può prepararsi bene nelle cose di Dio se non incomincia a condividere dall'inizio ciò che sa. È un'illusione credere che prima devo solo ricevere e dopo incominciare a dare. È solo dando che si riceve.

Questo primo annuncio che i discepoli avevano fatto era molto semplice: era un invito alla conversione, ad abbandonare la cattiva strada, le brutte abitudini, ed essere aperti alla volontà di Dio.

La prima missione degli apostoli era di “svegliare” nelle persone il desiderio di essere buoni, il desiderio di vivere nella luce, di evitare le cose brutte.... ho detto svegliare, perché tutti noi portiamo già nella parte più profonda del nostro essere, questo desiderio di essere buoni e la soddisfazione di fare il bene, anche se molte volte questo è assopito per le cose del mondo, per la superficialità, per l'egoismo, per la società consumistica.

La prima cosa che tutti dobbiamo annunciare è: Dio ci ha fatti per essere buoni, e nessuno è realmente felice e realizzato mentre vive superficialmente e pensando solamente a sé stesso.

Se siamo capaci di dare questo primo passo, di incominciare subito ad essere missionari, Dio ci manifesterà cose ancore molto più profonde del suo cuore.

Il Signore vi benedica e vi protegga,

Il Signore faccia risplendere il suo viso su di voi e vi doni la sua misericordia.

Il Signore volga il suo sguardo affettuoso su di voi e vi doni la sua Pace.

Fra Mariosvaldo Florentino, cappuccino

Gotas de Paz – 619

Neste domingo nos encontramos com o primeiro envio missionário de Jesus. Estamos ainda no início de sua vida pública. Seguramente os apóstolos não estavam muito preparados. Ainda não haviam entendido todas as verdades do Reino que Jesus queria ensinar. Mesmo assim Jesus já lhes envia, dois a dois, a anunciar que um novo tempo está chegando, que o mal deve ser combatido e vencido. E que todos devemos nos converter, abrindo nossos corações à Palavra de Deus.

Poderíamos perguntar: será que Jesus não estava sendo muito precipitado ao enviar seus discípulos ainda sem muita experiência nem muita preparação? Seguramente quanto melhor preparados estamos, tanto melhor será a missão, mas nestas coisas de Deus, todos somos aprendizes por toda a vida. Ninguém pode dizer que já entendeu ou que já sabe tudo. Quando se trata da evangelização ninguém pode dizer que foi enviado somente para ensinar. O evangelho é vivo e surpreendente e é por isso também que quem o anuncia sempre descobre algo de novo.

Jesus sabia que as coisas de Deus somente as temos quando as damos. Ele sabia que o evangelho se multiplica e cresce com a pregação. É por isso que envia seus discípulos, ainda sabendo que eles não estão totalmente preparados. Este é um bem feito não somente para as pessoas que os escutam, mas sim a eles mesmos. São os discípulos que retornaram fortificados, contentes e renovados em sua fé.

Infelizmente existem ainda muitos que não entendem esta dinâmica pedagógica de Jesus e quando são convidados para assumir algum trabalho na Igreja sempre dizem: “não me sinto ainda preparado para isso.” O evangelho de hoje nos ensina que ninguém pode se preparar bem para as coisas de Deus se não começa desde o início a partilhar o pouco que sabe. É uma ilusão acreditar que primeiro devo somente receber, para depois começar a dar. Somente dando se recebe. Por outro lado, este primeiro anúncio que os discípulos faziam era muito simples. Era um convite à conversão, a abandonar o mau caminho, os maus costumes e estar abertos à vontade de Deus.

A primeira missão destes apóstolos era despertar nas pessoas o desejo de ser bons, o desejo de viver na luz, de evitar as coisas más. Eu disse despertar, porque todos nós já levamos no profundo de nosso ser este desejo de ser bom e a satisfação de fazer o bem, mas muitas vezes isto está adormecido pelas coisas do mundo, pela superficialidade, pelo egoísmo, pela sociedade consumista. Esta é a primeira coisa que todos devemos anunciar: Deus nos fez para sermos bons e ninguém é realmente feliz e realizado quando vive superficialmente e pensando somente em si mesmo.

Se formos capazes de dar este primeiro passo, Deus já nos manifestará as coisas mais profundas de seu coração.

Que o Senhor vos abençoe e vos guarde.

Que o Senhor mostre a sua face e lhes seja favorável!

Que o Senhor volva o seu rosto misericordioso e lhes de a paz.

Frei Mariosvaldo Florentino, capuchinho.

Videos

Testimonios

Pedidos de Oración

Actividades Conventuales